image

Ele é rico no nutriente preferido dos músculos, tem pouco carboidrato e quase metade das calorias do queijo branco. E ainda é versátil: vai bem como entrada, na sopa, no patê e até na sobremesa!

Por que tofu é bom?

Muita gente acha que o tofu fica bom só no missoshiru – caldo tradicional da culinária japonesa. Mas esse queijo de soja à venda em supermercados pode ser consumido in natura, cozido, refogado ou  grelhado. O sabor neutro ainda permite que faça parte de receitas variadas – de patê a pudim -, muitas vezes em substituição ao queijo branco. Resultado: pratos mais leves (em 30 gramas, o tofu tem 40 calorias e o queijo branco 70) e enriquecidos de nutrientes preciosos. “O tofu concentra uma boa dose de cálcio e proteína, protegendo ossos e músculos”, afirma Kelly Fu Yu Chen, nutricionista do Centro de Orientação Nutricional Emex, em São Paulo. Também é rico em vitaminas do complexo B, ferro e magnésio. Este último mineral atua no metabolismo da proteína, do carboidrato e da gordura. Tem mais: “O magnésio é fundamental na conversão do triptofano, um aminoácido, em serotonina, o que evita a compulsão a doce”, diz Flávia Morais, nutricionista da rede Mundo Verde. Ou seja, o queijo de soja é perfeito para quem quer emagrecer sem passar fome e sem perder músculo.
Se você malha, o resultado pode ser ainda melhor. Isso porque o tofu também concentra uma quantidade importante de isoflavonas – substâncias da soja que contribuem para o equilíbrio dos hormônios  emininos.  O que isso tem a ver com um corpo bem desenhado? “Quando os hormônios estão em equilíbrio, o acúmulo de gordura diminui e os músculos trabalhados no exercício aparecem mais”, explica Flávia.

image

Efeito protetor

Ainda são poucas as pesquisas, mas estudiosos do Departamento de Medicina Preventina, da  University of Southern California, em Los Angeles (EUA), associaram as isoflavonas a um menor  risco de câncer de mama nas mulheres japonesas – comedoras contumazes do tofu. Significa que, para ter o mesmo efeito protetor, é preciso que você consuma esse derivado da soja todos os dias. O processo de transformação do grão em queijo também reduz carboidrato e quebra a proteína da soja em moléculas menores. Resultado: o nutriente preferido dos músculos passa a ser melhor aproveitado pelo organismo. Motivo pelo qual o queijo de soja é considerado até mais saudável que o grão. Por ter colina, componente que protege a membrana das células cerebrais, há indícios de que o tofu traz outro benefício: diminui o cansaço mental. Se você ainda não sabe como incluí-lo no cardápio, aqui vão maneiras diferentes e gostosas de consumi-lo. Tem até sobremesa!

Em diferentes versões

Você encontra o tofu no supermercado em três tipos. Cremoso (ou soft): macio, é usado em patê ou pudim. Firme: mais durinho, é indicado para o consumo in natura ou na sopa (missoshiru). Defumado: o sabor é acentuado, substituindo a carne na feijoada vegetariana ou o bacon no caldo verde.

Fonte: Revista Boa Forma