image

Você sabia que a comunidade científica estuda continuamente o papel dos alimentos que escolhemos no desenvolvimento ou cura do câncer? Muitos resultados são preliminares e cada dia se descobre mais sobre o assunto. As pesquisas já descobriram que a ingestão de frutas, verduras e grãos de cereais podem prevenir o desenvolvimento de câncer da cavidade oral, laringe, esôfago, estômago, cólon, pulmão, próstata e reto.

Além disso, reduz o risco de desenvolvimento do cancro, o risco de desenvolvimento de doença cardíaca, hipertensão, obesidade, diabetes, e outras doenças crónicas.

Existem também evidências de que o consumo total de gordura maior do que 30 por cento do total de calorias, pode aumentar o risco de desenvolvimento de alguns tumores. Isto é bem verdade quando a ingestão total de gordura inclui gordura saturada e gordura possivelmente poliinsaturada.

Quais alimentos ajudam a prevenir o câncer?

Embora os estudos não sejam totalmente conclusivos neste momento, as evidências preliminares sugerem que alguns componentes dos alimentos podem desempenhar um papel na redução do risco de desenvolvimento de câncer, incluindo os componentes: fitoquímicos, antioxidantes e omega-3, também chamados de ácidos graxos.

O que são fitoquímicos ou fitonutrientes?
image

Fitoquímicos são produtos químicos encontrados em plantas que protegem as mesmas contra bactérias, vírus e fungos.

Comer grandes quantidades de frutas e vegetais (amarelo, laranja, vermelho, verde, branco, azul, roxo), grãos integrais / cereais e grãos que contêm fitoquímicos pode diminuir o risco de desenvolver certos tipos de câncer, bem como diabetes, hipertensão e doenças do coração. A ação de fitoquímicos varia de acordo com a cor eo tipo do alimento. Eles podem atuar como antioxidantes ou protetores de nutrientes, ou prevenir cancerígenos (agentes que causam câncer).

Quais são as fontes específicas de fitoquímicos?
image

A lista abaixo é uma lista parcial de fitoquímicos encontrados em alimentos:

A alicina é encontrada na cebola e alho. A alicina bloqueia ou elimina determinadas toxinas, bactérias e vírus.
As antocianinas são encontradas em frutas vermelhas e azuis (como framboesas e mirtilos) e legumes. Eles ajudam a retardar o processo de envelhecimento, protegem contra doenças do coração e tumores, previnem coágulos sanguíneos, e combatem a inflamação e alergias.

Biflavonóides são encontrados em frutas cítricas.

Os carotenóides são encontrados em alimentos amarelo escuro, laranja, vermelho bem  como os tomates, salsa, laranja, grapefruit  e espinafre.

Os flavonóides são encontrados em frutas, legumes, vinho, chá verde, cebolas, maçãs, couve e feijão.

Tambem são encontrados no brócolis,  couve, couve de Bruxelas, e nabos (também conhecidos como vegetais crucíferos). Eles contêm enxofre e ativam os agentes que destroem as substâncias cancerígenas.

As isoflavonas são encontradas na soja e produtos de soja.
Lignanas são encontrados em produtos como grãos de linhaça e integrais.

A luteína é encontrada em vegetais de folhas verdes. Pode prevenir e reduzir o risco de doenças cardíacas e do câncer  de mama.

O licopeno é encontrado principalmente em produtos a base de  tomate. Quando cozido, pode reduzir o risco de câncer e ataques cardíacos.

Fenólicos são encontrados em frutas cítricas, sucos de frutas, ameixas secas e frescas, passas, berinjela, cereais, leguminosas e oleaginosas. Extremamente poderosos, e são estudados por terem uma variedade de benefícios para saúde, incluindo retardo no processo de envelhecimento, protegendo contra doenças cardíacas e tumores, e combatendo a inflamação, alergias, e coágulos sanguíneos.

Fitoquímicos geralmente não podem ser encontrados em suplementos e só estão presentes em alimentos frescos!

Alimentos ricos em fitoquímicos incluem o seguinte:

•brócolis
•grãos de soja
•peras
•nabos
•aipo
•cenouras
•espinafre
•azeitonas
•tomates
•lentilhas
•cantalupo
•alho
•damascos
•cebolas
•sementes
•soja
•chá verde
•maçãs
•repolho
•couves de Bruxelas
•bok choy
•couve
•vinho tinto

Não há ingestão diária recomendada de fitoquímicos. Comer uma variedade de alimentos, incluindo a abundância de frutas e legumes, para garantir que você está recebendo a quantidade adequada em sua dieta.

O que são antioxidantes?
image

Antioxidantes são substâncias que inibem o processo de oxidação e atuam como agentes de proteção. Eles protegem o corpo contra os efeitos prejudiciais dos radicais livres (subprodutos de processos químicos normais do corpo).

Os radicais livres atacam as células saudáveis, o que muda o seu DNA, permitindo que os tumores cresçam.

Antioxidantes incluem:

•Vitamina C (ácido ascórbico)
image

De acordo com o National Cancer Institute (NCI), a vitamina C, pode proteger contra o câncer da cavidade oral, estômago, cólon, reto, esófago e pode também reduzir o risco de desenvolvimento de câncer no pâncreas e colo do útero. Também conhecida como ácido ascórbico, vitamina C pode fornecer proteção contra o câncer de mama e de pulmão.

De acordo com a Base de Dados Europeia Dietetic Association e USDA Nutrient para Referência Padrão, os seguintes alimentos são boas fontes de vitamina C:

•Uma laranja média – 70 mg
Suco de laranja 3/4 xícara – 61-93 mg
•1/2 xícara de pimentão verde cru – 60 mg
•1/2 xícara de morangos – 49 mg
•1/4 médio, cru, mamão em cubos – 47 mg
•1/2 xícara de pimentão vermelho cru – 142 mg
•1/2 xícara de brócolis cru – 39 mg

A ingestão diária recomendada (DDR) para a vitamina C foi recentemente aumentada para 75 miligramas por dia para as mulheres e de 90 miligramas por dia para os homens. Se você fuma, recomenda-se aumentar a ingestão de vitamina C a 100 miligramas por dia.

•Beta-caroteno

O beta-caroteno, também conhecido como pró-vitamina A, podem ajudar a diminuir o risco de desenvolver o câncer. De acordo com a Sociedade Europeia de Câncer, este nutriente pode prevenir certos tipos de câncer porque aumentam os glóbulos brancos do sangue em seu sistema imunológico. Os glóbulos brancos trabalham para bloquear os radicais  livres.

Boas fontes de beta-caroteno são folhas escuras, frutas amarelo-laranja e vegetais verdes. No corpo, o beta-caroteno é convertido em vitamina A. Comer alimentos ricos em beta-caroteno é recomendado para possivelmente diminuir o risco de desenvolvimento de câncer no estômago, pulmão, próstata, mama, cérebro e na tiróide.

No entanto, mais pesquisas são necessárias antes que uma recomendação definitiva em beta caroteno consumo possa ser feita. O consumo excessivo de beta-caroteno não é recomendado. Grandes doses podem tornar a pele mais amarelo-laranja, uma alteração chamada  carotenosis. Alta ingestão de beta-caroteno em forma de suplemento pode até causar câncer de pulmão em pessoas com mais risco, no caso, os fumantes.

Embora haja uma ingestão diária recomendada de vitamina A, não há uma para beta-caroteno. Os exemplos de alguns alimentos ricos em beta-caroteno são:

•cenouras
•abóbora
•couve
•espinafre
•batata-doce

Vitamina E
image

A vitamina E é essencial para o nosso corpo funcionar corretamente. Ajuda a construir glóbulos vermelhos do sangue e,  funciona como um antioxidante. As pesquisas apontam evidências de que a vitamina E protege, por exemplo contra o câncer de próstata e colorretal. A ingestão diária recomendada de vitamina E é de 15 miligramas por dia. O limite máximo  para o adulto da vitamina E é de 1.000 miligramas por dia. Boas fontes de vitamina E (quantidade que cada porção contém) incluem o seguinte:
image

•Óleo de girassol 1 colher de sopa – 5,6 mg
•Uma onça seco, torrado sementes de girassol – 7,4 mg
•1 amêndoa – 7,3 mg
•1 avelã- 4,3 mg
•1 amendoim – 2,2 mg
•1/2 xícara de molho de tomate – 2,5 mg
•1 colher de sopa de azeite – 1,9 mg
•2 colheres de sopa de gérmen de trigo torrado, simples – 2,3 mg

Fontes de vitamina E são ricas em gordura, MAS GORDURA BOA.  A suplementação (cápsulas industrializadas) de vitamina E, provavelmente, não é tão necessária para a maioria das pessoas, porque a vitamina E dos alimentos já é armazenada em nossos corpos. Doses muito elevadas de vitamina E também pode interferir na forma de como outras vitaminas solúveis em gordura trabalham. Além disso, grandes doses de vitamina E a partir de suplementos industrializados não são recomendados para pessoas que, por exemplo tomam anticoagulantes e alguns outros medicamentos, pois a vitamina pode interferir  na ação do medicamento. Para se certificar de que você está atendendo às suas necessidades, faça uma dieta variada, que inclui alimentos integrais e cereais.

Não há ingestão diária recomendada para antioxidantes. Escolha uma variedade de alimentos, incluindo a variedade de frutas e legumes, para garantir que você está recebendo a quantidade adequada em sua dieta.

E os omega-3 que são  ácidos graxos?

Os pesquisadores, estudando os efeitos de ômega-3, descobriram que o mesmo tende a retardar ou reduzir o desenvolvimento de tumores na mama e câncer de próstata.

Como os nossos corpos não podem produzir sozinhos o omega-3, devemos obtê-los a partir de alimentos.

Os ômega-3 ou ácidos graxos são:

•ácido alfa-linolénico
•ácido eicosapentaenóico
•ácido docosahexaenóico

Fontes e doses recomendadas de alimentos ricos em ômega-3 ácidos graxos são:

Frutos do mar, especialmente peixes de água fria como salmão, cavala, sardinha, arenque, linguado, robalo despojado, atum e truta do lago (o objetivo é de três a quatro porções desses peixes por semana).
•Oleaginosas: Grupo das castanhas, amêndoas como nozes,  castanha do Pará,  de caju, avelãs,  etc.

A Sociedade Europeia de Câncer recomenda evitar suplementos de ômega-3, nas seguintes situações:

•Se você tomar medicamentos anticoagulantes ou aspirina, pois suplementos de ômega-3 podem aumentar o risco de sangramento excessivo.
•Se tiver elevado nível  de colesterol, porque os suplementos de ômega-3 podem continuar a aumentar seu colesterol.
•Se estiver grávida ou a amamentar (mulheres devem falar com seus médicos antes de tomar omega-3 ou  quaisquer suplementos alimentares).
•Se você está menstruada, como suplementos de ômega-3 podem aumentar a tendência de desenvolver anemia.

Não há ingestão diária recomendada de ômega-3.

Escolha uma variedade de alimentos, incluindo a abundância de peixes e feijão, para garantir que você está recebendo a quantidade adequada em sua dieta.

Use muito mais a feirinha do seu supermercado e menos as prateleiras da farmácia! Viva a longevidade saudável!
image