Para que você entenda o porquê eu engordei e saiba mais sobre meu emagrecimento vale a pena assistir a este vídeo do meu canal do YouTube.

Aproveite e se cadastre porque tem muitos vídeos com super conteúdo!

Agora você já viu que no passado eu tomei vários remédios  que prometiam o emagrecimento e acelerar o metabolismo fazendo com que eu mesma promovesse meu  próprio hipotiroidismo, vamos ver quais são os efeitos colaterais do medicamento que eu decidi não fazer uso e que é prescrito para pacientes com esta patologia!

antes_depois_loris_jul2015

A levotiroxina sódica é o remédio mais prescrito para tratar o hipotireoidismo. A marca mais popular no Brasil é o Puran T4.

Os efeitos colaterais mais fáceis de identificar ocorrem no inicio do tratamento ou quando a dosagem do Puran T4 é demasiado alta. Os efeitos colaterais devem ser imediatamente comunicados ao seu médico, de forma a ajustar a dosagem.

Além dos efeitos colaterais mais óbvios também existem problemas da utilização em longo prazo.

Evitar e Diminuir os Efeitos Colaterais do Puran T4

A melhor forma de evitar os efeitos colaterais dos remédios é tomando a dosagem mínima necessária. Também é possível diminuir a dosagem do Puran T4 com modificações na alimentação, atividade física e eliminando estresse.

O hipotireoidismo é uma doença que dificilmente se trata só com remédios, por isso é essencial o paciente se auto-educar em tratamentos paralelos que vão além da medicação.

Com um tratamento completo você pode diminuir os sintomas de hipotireoidismo e aumentar a qualidade de vida.

O tratamento mais eficaz e saudável é remover as causas da doença, o que permite diminuir ou eliminar a administração da levotiroxina sódica.

Para isto você deve procurar um nutrólogo ou médico ortomolecular que possa trabalhar de maneira completa e integrativa o seu funcionamento hormonal.

Efeitos Colaterais Mais Comuns da Levotiroxina Sódica

Os efeitos colaterais mais comuns incluem:

  • Aumento do apetite (se eu quero emagrecer e tenho aumento de apetite fica bem mais complicado, não acha?)
  • Fadiga crônica
  • Aumento da temperatura corporal
  • Suor excessivo e dificuldade de lidar com o calor. (eu naturalmente já suo horrores!!!)

Efeitos Colaterais Relacionados à Saúde Cardíaca

Os efeitos colaterais cardíacos do Puran T4 incluem:

  • Batimento cardíaco acelerado (já imaginou ir para a academia já nesse estado?)
  • Palpitações e arritmia cardíaca
  • Pressão arterial elevada

Outros efeitos mais raros incluem anginas e problemas cardíacos. Um paciente que passa por estes sintomas deve procurar imediatamente o seu médico.

Efeitos Colaterais Psicológicos

Os efeitos psicológicos mais comuns são os seguintes:

  • Dor de cabeça
  • Nervosismo ou agitação
  • Irritabilidade
  • Ansiedade generalizada (eu já sou um poço de ansiedade, imagine se fizesse uso do remédio!)
  • Insônia e outros problemas de sono.

Efeitos mais raros incluem confusão e psicose.

Efeitos Colaterais Relacionados ao Sistema Digestivo

Os efeitos colaterais gastrointestinais são comuns na primeira semana de tratamento. Estes incluem:

  • Vômitos
  • Diarreia
  • Dores de barriga e espasmos.

Na maioria dos casos estes efeitos passam depois das primeiras duas semanas de tratamento.

Efeitos Colaterais Relacionados ao Sistema Respiratório

O Puran T4 pode causar dificuldades na respiração e falta de ar. É preciso cuidado com pacientes com asma.

Efeitos Colaterais Musculares e Cutâneos

Os efeitos colaterais relacionados à pele e músculos incluem:

  • Fraqueza muscular (Meu prazer é treinar, foi por este motivo que interrompi o uso de Roacutan em 1 mês de uso. A fraqueza muscular me impediam de fazer os treinos com o mesmo rendimento de antes.)
  • Espasmos musculares (eu já sofro de espasmos normalmente…imagina se tomasse o remédio?)
  • Queda de cabelo (Terrível!!!)
  • Irritação da pele e pele vermelha.

Problemas no Sistema Reprodutivo

A levotiroxina sódica é conhecida por causar irregularidades na menstruação e problemas de fertilidade.

Efeitos Colaterais em Longo Prazo

A levotiroxina sódica tem efeitos colaterais em longo prazo que incluem a osteoporose.

Outro problema são as interações com medicamentos para a hipertensão e o colesterol alto. As interações com outros medicamentos não foram analisadas em ensaios médicos e criam efeitos colaterais difíceis de quantificar.

A combinação dos efeitos colaterais da levotiroxina e dos outros medicamentos podem piorar a doença e facilitar o aparecimento de outras doenças como a diabetes tipo 2, obesidade e depressão.

Você Sente Efeitos Colaterais do Puran T4?

Além de um tratamento com remédios esta doença requer mudanças no estilo de vida. É impossível tratar o hipotireoidismo em longo prazo só com medicação.

Além de uma predisposição genética, a doença está relacionado com a alimentação e os hábitos de vida. Se você não elimina as causas, a doença progride e os sintomas pioram com o passar do tempo.

Aumentar continuamente a dosagem de Puran T4 não é uma solução para a maioria dos pacientes. Se você já tentou aumentar a dosagem e não sentiu benefícios veja os artigos sobre os tipos de hipotireoidismo difíceis de diagnosticar.

ponto-de-interrogaçãoEu realmente
Gostaria de saber a sua opinião!

Comente depois lá embaixo quais são os efeitos colaterais que você sente se toma ou já tomou o medicamento!

Agora conheça alguns alimentos para te ajudar no controle do Hipotiroidismo:

Algas marinhas

Algas marinhas são uma fonte riquíssima de iodo e ainda oferecem uma quantidade considerável de selênio, nutrientes fundamentais para a produção de hormônios pela tireoide, explica o nutrólogo Roberto Navarro, membro da Associação Brasileira de Nutrologia (ABRAN).

Mas não exagere no consumo. “Como o sal já é rico em iodo, a ingestão reforçada desse alimento deve ser feita apenas por quem apresenta deficiência desse elemento”, alerta.

Segundo o médico, o excesso de iodo pode levar ao hipotireoidismo, que é a baixa produção de hormônios pela tireoide.

A quantidade ideal recomendada para um adulto saudável é de 150 microgramas por dia, que pode ser facilmente atingida sem qualquer adição extra de sal à comida pronta.

Castanha-do-pará

Rica em selênio e ômega-3, uma gordura poli-insaturada, a castanha-do-pará fornece nutrientes que servem de matéria-prima para a produção de hormônios pela tireoide. “O ideal é consumir uma ou duas castanhas por dia”, afirma a nutricionista Daniela Cyrulin, da Nutri & Consult, em São Paulo.

A especialista também sugere adicionar a oleaginosa triturada em saladas, no arroz, em saladas de frutas ou até empanando peixes. Lembre-se apenas de consumir a castanha com moderação, já que ela é altamente calórica. Uma única unidade oferece 27 calorias.

Quinua

Por ser uma ótima fonte de proteínas vegetais, a quinua é muitas vezes comparada à soja. O alimento é rico em cálcio, ferro, fibras, magnésio, potássio e zinco.

Quando o assunto é tireoide, entranto, quem ganha destaque mesmo é o selênio. A quantidade recomendada de ingestão de quinua é de duas colheres por semana, que podem ser adicionadas à salada, ao risoto ou, no caso da versão em flocos, a frutas e shakes.

Leite e derivados

Cálcio, vitamina D, vitamina A e iodo são os principais nutrientes presentes no leite. Estes dois últimos são alguns dos principais responsáveis pelo bom funcionamento da tireoide .

A quantidade diária recomendada é de três porções, podendo ser um copo de leite no período da manhã, um iogurte à tarde e duas fatias de queijo branco no fim do dia.

Gema do ovo

A gema de ovo é conhecida por seus componentes antioxidantes, que favorecem principalmente a saúde ocular. Mas a pequena quantidade de iodo presente no alimento também é importante para a produção de hormônios pela tireoide.

Além disso, a gema apresenta carotenoides (responsáveis pela cor amarelo alaranjada) que são uma pré-vitamina A, também importante para a glândula.

Uma parte da vitamina A que o corpo recebe já vem pronta e outra parte vem por meio de nutrientes que o próprio corpo transforma em vitamina A, que é o caso dos carotenoides. Desde que não seja frito, ovos podem ser consumidos diariamente.

Laranja

Rica em carotenoides e vitamina C, a laranja pode auxiliar no bom funcionamento da tireoide. A quantidade diária recomendada, entretanto, é pequena: uma laranja por dia.

Como essa fruta é altamente calórica, a ingestão deve ser controlada, lembrando que um suco contém pelo menos três unidades de laranja.

Agora saiba algumas atividades físicas que podem melhorar e muito o seu funcionamento metabólico!

crossfit

Basicamente os exercícios que te ajudarão a melhorar o funcionamento metabólico são aqueles cardiovasculares de curta duração, porém intensos!

Os exercícios cardiovasculares tradicionais quando você está com hipotireoidismo, já tem um problema de armazenamento de açúcar em seu fígado.

E estes treinos aeróbicos longos exigem que o organismo use grandes quantidades de açúcar rapidamente. E quando este açúcar não está disponível, então seu organismo é castigado. E, novamente, isso faz com que uma quantidade significativa de estresse deixe você incapaz de se recuperar.

E como eu disse ontem no Instagram e SnapChat, eu gosto de mesclar as atividades físicas afim de evitar ao máximo o efeito platô nos treinos.

Por isto há um ano eu recorri ao Sistema Gympass que me permite conhecer e treinar em várias academias e modalidades diferentes no Brasil inteiro. Se você quiser saber mais, é só clicar bem AQUI!

Snapchat Blog da Loris

Me siga no Snap TIALORIS !

Eu espero ter enfim sanado as dezenas de dúvidas dos seguidores que me perguntavam várias vezes sobre como foi e é comigo.

O intuito aqui é sempre de compartilhar minhas experiências ressaltando sempre a enorme importância de procurar auxílio médico profissional! Saúde sempre em primeiro lugar!