LorisVocês pediram, pediram e pediram e aqui estou eu mais uma vez pra contar a minha história de emagrecimento, só que de uma maneira diferente. Hoje, além de contar como eu tive sucesso no emagrecimento, eu também vou compartilhar com vocês uma das várias técnicas de energização que utilizo e  que me auxilia no desenvolvimento de qualquer campo da minha vida, inclusive no setor financeiro. Essa técnica é o mural de visualizações e realmente funciona!

 

Before and after

Eu, Suélen Canin, ou simplesmente Loris (de Loira), como sou carinhosamente chamada desde os 13 anos , cheguei a pesar 104 kg. Foi então que acordei para a vida e comecei a mudar meus hábitos . Eu, assim como você,  passei por altos e baixos na tentativa de emagrecer. Foram 5 efeitos sanfona, com oscilações de no mínimo 10 a 15 quilos para mais ou menos.

Efeito sanfona

Meus inúmeros efeitos Santana!

 

Infância e adolescência

Loris criançaEu já nasci grande! Mesmo com menos de 8 meses de gestação já tinha quase 4 kg de peso e, por isso, tive que vir ao mundo antes da hora!!!

Pão caseiro A infância vivida junto à minha avó transformou a comida em carinho. Bolos de chocolate e outros quitutes pouco saudáveis faziam as vezes de afeto e demorariam a ser deixados de lado. Ao contrário, ganhei companhia de coxinhas, coca-cola e afins quando comecei a ir para a escola.

Indiferente aos quilos a mais na infância, eu já era “a maior da turma”. Comecei a me incomodar com o peso excessivo quando senti o rebuliço dos hormônios da adolescência. Com 11 anos e 70 kg, eu declarei sua guerra pessoal contra a balança.

Desconfortável com as bolas de vôlei que me acertavam em cheio durante a aula educação física, eu recorri a um assistente de seu professor, que indicou uma nova modalidade pra mim, que hoje tenho 1,80 de altura: o basquete.

As professoras brutamontes e as meninas que, como eu, eram altas e desengonçadas, tornaram o ambiente mais confortável. Desde essa época eu trago o gosto por subir escadas – antigamente as arquibancadas do ginásio – como treinamento físico.
Efeito sanfonaPerdi peso rapidinho: em três meses eu estava magra. Mas aos 17 anos, quando comecei a trabalhar e tive que abandonar a atividade física, engordei 23 kg em menos de um ano. O resultado não poderia ser outro, já que eu nunca havia deixado de comer errado.

Desconfie das soluções milagrosas

A saída pra mim, que vestia calças tamanho 50, era experimentar um daqueles remédios tarja preta que as colegas da época da escola compartilhavam, sem qualquer orientação médica. Emagreci 10 kg inicialmente, mas não aguentava os efeitos colaterais da medicação. Por isso, intercalava períodos com e sem a medicação. O vai e volta me rendeu uma úlcera no estômago.

Depois do susto, a única opção era buscar uma forma saudável de emagrecer. Me matriculei primeiro no jiu-jitsu. Trabalhando de dia e estudando de noite, eu fazia as aulas da meia-noite.

Mantenha o foco e não desista

Boxe para emagrecerO segundo esporte libertador foi o boxe e me esforcei tanto que recebi certificação depois de três meses fazendo a atividade.
Quando vim morar em São Paulo, uma academia de boxe foi a minha primeira busca. Passei reto na musculação e fui direto para o ringue, porque até então eu odiava pesos e anilhas. Via todo mundo se matando no boxe e gostei demais.

Abdominal no sacoNa época eu pesava 97 kg, achei que iria detonar, mas não sabia nem pular corda. Focada em não desistir, eu aprendi a dar golpes e, enfim, pular corda.

Aceite o novo

Musculação emagreceNa mesma época, uma professora da academia em eu treinava, a Heloisa Fera (clique aqui para ver a minha entrevista e treino com a Helô),  me desafiou a fazer musculação por um mês. O treino era intervalado, no tempo entre os aparelhos, pulava corda. Em duas semanas eu comecei a sentir diferença. Conclusão?  A atividade faz parte da minha rotina até hoje.

Dieta é mais importante que exercício

Malhar demais, na minha opinião é desnecessário.  As pessoas tendem a achar que devem passar de 3 a 4 horas na academia, mas não é assim. O processo é dividido em partes: Em média 70% vem da dieta e 30% da atividade física. Enquanto a minha mentalidade era achar que depois de malhar eu tinha direito comer fast-food, eu não via os resultados de tanto esforço na academia. Percebi então que eu precisaria ajustar a alimentação. Fui a um médico pela primeira vez e foi ele quem me ensinou a comer direito.

Transforme o gordo em light

Apaixonada pela cozinha, eu transformei as receitas da minha avó em pratos light. A primeira delas foi um bolo de milharina com goiabada (clique aqui para ver a receita). Eu comecei com trocas, como farinha de trigo por farelo de aveia, clara no lugar da manteiga e a goiabada comum substituída por goiabada diet.

O CrossFit

Crossfit emagrece

O CrossFit na minha vida é uma paixão à parte e já comprei muita briga por defender o esporte! É simplesmente maravilhoso e benéfico e só basta procurar um box credenciado para ficar 100% tranquilo. Em 3 meses também eu já participei no ano de 2015 de 2 campeonatos e hoje tenho a honra de ser colunista da Revista CF. Eu hoje intercalo o CrossFit com a musculação.  Para conhecer mais sobre essa modalidade que virou religião, CLIQUE AQUI!

Mantenha os músculos

Eu ainda estou no processo de emagrecimento. Atualmente, com 81 kg, mas muita massa muscular, eu planejo emagrecer gradativamente e sem remédio nenhum para não perder exatamente os músculo no processo. O músculo protege os seus órgãos, as articulações e até aumenta o tempo de vida. Na balança a evolução pode até lenta, mas o espelho é o mais importante. Então desanime jamais!

antes e depois Loris

E é claro que seria muito chata uma com evolução somente física. É por isto que eu te convido a conhecer uma das técnicas que eu utilizo há vários anos para ter sucesso em qualquer área da vida! CLIQUE BEM AQUI para conhecer o MURAL DE VISUALIZAÇÕES!