Compreenda a função destes elementos na alimentação e conheça aspectos dos índices glicêmicos específicos destes compostos.

Uma dieta balanceada, equilibrada é composta de um universo de nutrientes. Na pirâmide alimentar, é visível a presença dos carboidratos como base e principal fonte de energias. Algumas dietas preveem o baixo consumo desta substancia.

Elas podem dar resultados, mas não devem ser seguidas por muito tempo. Sua duração máxima não pode ser extensa. O corpo precisa deste composto para diversas reações metabólicas importantíssimas.

É importante salientar, contudo, que existem carboidratos de diferentes qualidades. Alguns são melhores e outros piores. Geralmente o índice glicêmico calcula o tempo e a energia gasta na quebra destas cadeias compostas.

Cada tipo de carboidrato pode ser adequado para horários específicos e diferentes de dietas elaboradas individualmente. Preferencialmente consulte um médico do esporte, endocrinologista, para entender a dieta adequada para o metabolismo.

Exames como a bioimpedância ajudam a calcular os compostos presentes na alimentação para alcance de objetivos. Seja hipertrofia ou emagrecimento saudável. Cada uma leva uma administração diferente de carboidratos. Diferentes tipos, quantidades únicas e horários específicos.

Não importa qual seja a dieta, o consumo de carboidratos estará presente. Eles são essenciais para movimentação do corpo e gasto seleto de energia. Além disso, eles exercem a importante função de construção de neurônios. O único alimento que reconstitui células do sistema nervoso são os carboidratos.

Carboidratos de cadeia complexa

Estes carboidratos complexos são ideais para uma dieta completa. Possuem baixo índice glicêmico, ou seja, suas cadeias complexas são difíceis de quebrar. O organismo, desta forma, gasta mais energia na digestão, assim, tendo gastos calóricos nesta operação.

Geralmente, estes compostos ainda são ricos em fibras e outros nutrientes que auxiliam na digestão e até, eventualmente, no controle do colesterol. Compostos  como o ômega 3 são comuns em sementes como a linhaça.

Índice glicêmico

Compostos com índice glicêmico (IG) abaixo de 55 são ideais para dietas de emagrecimento. Acima deste número, devem ser consumidos em quantidades reduzidas para evitar cargas de insulina que levam ao armazenamento excessivo de gordura em células de reserva (adiposas).

Baixo IG

  • Cenoura
  • Brócolis
  • Lentilha
  • Ravioli integral
  • Aveia
  • Amendoim
  • Linhaça
  • Pão integral

Alto IG

  • Alimentos com base de trigo
  • Batata frita
  • Chocolate
  • Bolos
  • Mel